Mecalor destaca segurança e tecnologia  na Minas Láctea

   

Mecalor destaca segurança e tecnologia  na Minas Láctea

    A Mecalor aposta na confiabilidade, qualidade e eficiência do pós-venda e suporte técnico para aumentar o seu market share entre os fabricantes de laticínios, nas regiões produtoras de Minas Gerais e Goiás. Essa é a principal mensagem da empresa para esse mercado, durante a participação na Minas Láctea importante feira de negócios da cadeia produtiva do leite, que será realizada na cidade de Juiz de Fora (MG), entre os dias 12, 13 e 14 de julho. Líder nacional do setor de equipamentos periféricos, a Mecalor produz chillers com tecnologia de ponta para a refrigeração dos processos de fabricação do leite e derivados. A empresa conta hoje com cerca de 40 clientes em Minas Gerais e Goiás. “As indústrias de laticínios dessa região são muito carentes de um suporte técnico confiável após a venda dois chillers”, afirma Ricardo Finardi, representante comercial da Mecalor. A empresa vem investindo recursos ao longo dos anos em um atendimento de pós-venda de excelência, que acompanha a cliente de perto, desde a instalação até o funcionamento do equipamento, garantindo segurança e eficiência. “Normalmente esses fabricantes possuem muitos problemas. Com a Mecalor, nós garantimos a eficiência e funcionamento dos chillers”, afirma Finardi.  

ÁGUA PRÓXIMA DE ZERO

  O Chiller é um equipamento utilizado no resfriamento do leite, creme de leite, soro e outros derivados. No armazenamento ou no processo de fabricação, os insumos precisam ser mantidos a baixas temperaturas, muitas vezes próximas a zero grau. O Chiller manda água bem gelada, com uma substância anticongelante para não congelar de vez, para um trocador de calor, onde é realizada a troca térmica com o leite, resfriando o produto, sem entrar com contato direto com ele. Devido à intensa variação térmica que ocorre em todo o processo, os produtores dispõem, normalmente, de um tanque externo que serve de reservatório, de onde o Chiller capta a água, resfria e envia para o trocador de calor.  

AMÔNIA

Na Minas Láctea, a Mecalor vai expor o Chiller RLA 130 e o compressor oil free, TurboCor®. A principal vantagem hoje da utilização do chiller é a substituição do gás de amônia e das antigas torres de resfriamento. “A amônia é muito tóxica e um problema de escapamento, pode causar um dano muito grande. E as torres de resfriamento desperdiçam muita água”, explica Ricardo Finardi. Os chillers da Mecalor não usam gás tóxico e contam com uma alta eficiência energética, além de não haver desperdício de água no processo de refrigeração. “Tendência é que esse mercado deixe de usar a amônia com o tempo”, avalia.  

TURBOCOR®

  O compressor Turbocor® garante uma alta eficiência energética, porque é constituído de uma tecnologia que não precisa de óleo para funcionar. Fabricado com eixos que levitam, devido a utilização de mancais magnéticos, não há, dessa forma, atrito e dispensa o uso de óleo lubrificante. Esse equipamento, comercializado no Brasil com exclusividade pela Mecalor, conta com um baixo gasto de energia elétrica. Essa característica é uma vantagem competitiva para as indústrias de laticínios, grandes consumidoras de energia.         Há mais de 60 anos no mercado, a Mecalor fornece soluções de engenharia térmica para a indústria no Brasil e em outros países da América Latina. A empresa atua em diversos setores além do hospitalar, como: plástico, alimentício, farmacêutico, ar-condicionado de precisão e automotivo. Neste último, destaca-se pela fabricação de câmaras climáticas para teste de veículos e auto partes.     Contato: Afonso Lau – assessor de imprensa e-mail: imprensa@mecalor.com.br Tel. 11 – 94553 2322
Tell Us What You Think
0Like0Love0Haha0Wow0Sad0Angry

0 Comment

Leave a comment